Segunda-feira, 21 de Abril de 2008
Entrevista a Manuela Azevedo – vocalista dos “Clã”
                 
           Desde já queremos agradecer a sua disponibilidade para esta entrevista. Nós somos um grupo de alunas da Escola Secundária/3 José Régio de Vila do Conde e estamos a participar num concurso denominado “Cidades Criativas”, dedicado a alunos que pertençam à disciplina de Área de Projecto do 12º ano de escolaridade em que têm de criar um blog onde falem da cidade a que pertencem. O nosso blog é: vilacriativa.blog.sapo.pt e onde mais tarde esta entrevista vai ser colocada.
1.      Como foi para si andar na escola José Régio de Vila do Conde?
Foi uma bela aventura! Encontrei aí grandes amigos, excelentes professores (e outros menos bons, é certo) e aprendi muito sobre o mundo e sobre o que eu queria do mundo e da minha vida.
2.      Quando alguém lhe refere a palavra “Vila do Conde” qual é a primeira referência da cidade de que se recorda? (eventos, feriado municipal....)
O mar.
3.      De Vila do Conde, o que mais gosta? Existe algo em especial, que lhe suscita a vontade de regressar a esta cidade mais vezes que o normal?
Gosto da tranquilidade que se vive em Vila do Conde. Apesar de ser uma cidade, tem o pulsar de uma vila. É também um local ideal para passeios, à beira mar e não só – plana, com ruas largas e luminosas, normalmente com pouco movimento de gente ou de automóveis. Além disso, tem um belo parque onde parar para ler e levar as crianças para brincar e correr.
4.      Costuma vir regularmente a Vila do Conde?
Sim. Apesar de muitas vezes me ausentar, por motivos profissionais, consigo mesmo assim vir com regularidade à cidade.
5.      Já andava na Escola José Régio quando o seu interesse pela música se tornou um modelo de carreira futura?
Sim. A minha inscrição na Academia de Música S. Pio X, em Vila do Conde, coincide com a minha passagem do ciclo para a José Régio. No entanto, não sei se na altura eu encarava a música como modelo de carreira futura. Mais do que isso, era uma paixão. E, seja como for, nunca imaginando que a minha ligação à música se faria como hoje se faz, através do canto, já que o meu instrumento de estudo a essa data era o piano.
6.      Como foi a evolução da sua carreira musical? Teve todo o apoio dos seus amigos, familiares ou conhecidos da cidade?
Se há pessoas a quem devo agradecer eternamente é aos meus pais, pela forma generosa como sempre aceitaram e promoveram as minhas escolhas e por todos os sacrifícios que fizeram para me proporcionar o acesso ao ensino musical. E, a par com o grande apoio dos meus pais, fui sempre encorajada e estimulada pelos meus familiares mais próximos e amigos.
7.      Sente saudades da vida escolar que tinha em Vila do Conde? Gostava mais das pessoas de Vila do Conde ou da própria cidade?
Sinto alguma nostalgia em relação aos tempos de escola, não só os que vivi em Vila do Conde ou em Coimbra, onde depois frequentei o curso de Direito, mas ultimamente, mais até em relação aos tempos da escola primária, na minha aldeia, Junqueira. Mas é mais nostalgia que saudade.
Quanto à segunda parte da questão: nos tempos de escola estava mais presa às pessoas de Vila do Conde, aos meus amigos, do que propriamente ao espaço que a cidade era. Actualmente (e apesar de continuar a ter em Vila do Conde a minha melhor amiga) é mais o espaço que a cidade é que me traz a Vila do Conde.
8.      Há algum elemento da sua banda que tenha conhecido em Vila do Conde?
Sim. Conheci o Hélder Gonçalves, fundador dos Clã, na Academia de Música S. Pio X, prolongando esse contacto na José Régio para onde ele veio estudar também.
 
Agradecemos a sua colaboração e desejamos-lhe o resto de uma carreira próspera!
          Foi um prazer! Bom trabalho e felicidades!
          Manuela Azevedo
 
 


publicado por vilacriativa às 14:50
link do post | comentar | favorito

Receita da Semana
Pastéis de Santa Clara (meias luas) * Recheio 10 gemas de ovos de galinha 100 gr. de amêndoas 250 gr. de açúcar Massa 300 gr. de farinha de trigo 2 colheres de sopa de açúcar 2 colheres de sopa de manteiga 1 pitada de sal Feita a massa estende-se e divide-se em várias partes. Em cada uma destas partes deita-se um pouco de recheio. Depois fritam-se em azeite muito fino onde se deve ter deitado uma casca de limão. Finalmente, polvilham-se os pasteis com açúcar pilé ou areado.
Maio 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
27
28
29
30
31


posts recentes

16º Festival de Curtas Me...

Exposição T.D. - Transmis...

Aqui estamos nós!

Galeria Solar...

Comemorações do 25 de Abr...

Entrevista a Manuela Azev...

História de Vila do Conde

Biblioteca Municipal José...

Tapeçarias de flores... U...

Exposição Fotográfica "Se...

arquivos

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

tags

todas as tags

links
Relógio
mais sobre mim
free hit counter
hit counter
Calendário
blogs SAPO
subscrever feeds